Vídeos - Gênero, Raça e Etnia Envie esse conteúdo para o email de um amigo Exibe a versão de impressão da página Retorna para a página anterior

Cone Sul: Direitos Econômicos para as Mulheres
Brasília, Brasil - Maio de 2011
 
 
       
 
Cone Sul: Direitos Econômicos para as Mulheres
 
Série Trabalho Doméstico, Trabalho Decente
Brasília, Brasil - Fevereiro de 2010
 
A série “Trabalho Doméstico, Trabalho Decente” retrata a realidade do trabalho doméstico no Paraguai, Bolívia, Guatemala e Brasil e medidas de promoção de políticas públicas efetivas para a inclusão e a valorização do trabalho doméstico na região. Fruto da parceria entre a TV Brasil/Canal Integración e o UNIFEM Brasil e Cone Sul (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher), por meio do Programa Regional de Gênero, Raça e Etnia desenvolvido no Brasil, Bolívia, Guatemala e Paraguai.  O tema “Trabalho Doméstico, Trabalho Decente” é parte da agenda estratégica do Programa Regional Gênero, Raça e Etnia e atende ao marco da 99ª Conferência Internacional do Trabalho, que acontece em julho deste ano.
 
Paraguai
 
Bolívia
 
Guatemala
 
Brasil
 
 
Série As Américas têm cor: Afrodescendente no Censos do Século XXI
Brasília, Brasil - Janeiro de 2010
 
A Série “As Américas têm cor: Afrodescendentes nos Censos do Século XXI" aborda a realidade dos negros do Uruguai, Equador, Panamá e Brasil e preparação dos países para os censos em busca de dados sobre os afrodescendentes. Reportagens são exibidas em emissoras de 14 países das Américas. O trabalho é resultado da parceria entre Canal Integración/Empresa Brasil de Comunicação, Grupo de Trabalho Afrodescendentes das Américas Censos de 2010 e UNIFEM Brasil e Cone Sul, por meio do Programa Regional de Gênero, Raça e Etnia desenvolvido no Brasil, Bolívia, Guatemala e Paraguai. Assista aos vídeos:
 
Uruguai
 
 
Equador
 
Panamá
 
Brasil
 
 
Crise financeira – O que pensam a juventude brasileira e as trabalhadoras domésticas da América Latina?
Brasília, Brasil - agosto de 2009
 
Incerteza de continuidade no trabalho, redução de salário, estresse e especulações de mercado e da mídia. Essas são algumas das impressões de jovens e trabalhadoras domésticas do Brasil, Bolívia, Guatemala e Paraguai sobre a crise financeira internacional. Produzido por jovens da periferia de Brasília como apoio do UNIFEM Brasil e Cone Sul (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher) e do INESC (Instituto de Estudos Socioeconômicos), o videodocumentário “Crise financeira – O que pensam a juventude brasileira e as trabalhadoras domésticas da América Latina?” revela o impacto da crise financeira nas relações de trabalho doméstico e na vida diária de mulheres e jovens.
 
 

Aline Maria (repórter) entrevista a trabalhadora doméstica boliviana Amélia Ticona. Registro é feito por Crisvano Queiroz
 
As entrevistas foram gravadas, em agosto, durante oficina de formação de jovens voluntários do INESC e seminário de mobilização das trabalhadoras domésticas para a 99ª Conferência Internacional do Trabalho. O material foi produzido para registrar os testemunhos dos grupos mais expostos à pobreza para um relatório do Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, sobre a crise financeira.
 
 
Clique na seta e assista ao Video em popup
Crise financeira – O que pensam a juventude brasileira e as trabalhadoras domésticas da América Latina?
 




  Sitio publicado em 06/06/2006