#OutubroRosa – Prevenir é a melhor solução

Conheça 4 doenças femininas recorrentes e saiba como se prevenir

Mesmo com os cuidados diários que muitas mulheres tem com seus corpos, algumas patologias as vezes podem ser inevitáveis, seja por fatores genéticos ou até mesmo hormonais.

Desta forma, é de suma importância que os cuidados sejam redobrados e que você esteja sempre alerta a qualquer diferença que perceba em seu corpo.

Câncer de mama

Não restrito ao sexo feminino porém mais comum no mesmo, o câncer de mama é a segunda maior causa de mortalidade de mulheres no Brasil, ficando atrás somente de doenças cardiovasculares.

Desta maneira, é necessário sempre manter os exames em dia, fazendo seu auto exame diariamente em casa, e anualmente indo no seu ginecologista para fazer o check up médico.

Com isso, a prevenção é a maior aliada das mulheres já que o quanto antes descoberto, maiores as chances de cura.

Um outro tipo de prevenção que vem ganhando espaço entre as mulheres, principalmente as que já tiveram casos de câncer na família, é a mastectomia preventiva que nada mais é que a retirada das mamas. A cirurgia ficou famosa após Angelina Jolie realiza-la afim de evitar o surgimento da doença, lembrando que o procedimento é mais indicado para quem tem forte antecedente genético de câncer de mama.prevencao outubro rosaprevencao outubro rosa

Dismenorreia

Com intensidade variada, a cólica afeta 7 a cada 10 mulheres na TPM e tem como causa principal é o aumento da produção de prostaglandina pelo endométrio. Outras causas estão associadas a endometriose e miomas.

Dismenorreia nada mais é que a famosa cólica menstrual que também pode ocorrer no período fértil.

Essa acaba sendo uma enfermidade que não possui nenhum tipo de cura definitiva ou prevenção mas o importante é se atentar caso sofra de cólicas pois ela pode ser um alerta para problemas mais sérios como a própria endometriose, infertilidade e miomas.

O tratamento da cólica é feito com uso de remédios anti-inflamatórios e pílulas anticoncepcionais.

Ovários policísticos

Esse é um problema puramente hormonal, o qual, o desequilíbrio faz com que o organismo produza cistos nos ovários, afetando diretamente a produção dos óvulos. Muitas vezes apresenta sintomas confundidos com os sintomas de gravidez, a Síndrome dos Ovários Policísticos é diagnosticada via ecografia transvaginal.

O tratamento pode ser realizado através de uma cirurgia para remover esses cistos ou ainda do uso de medicamentos como o Clomid e o fitoterápico Água Inglesa que controlam a sua formação

Depressão

Decidi falar sobre depressão neste artigo pois esta doença mesmo não sendo exclusivamente feminina tem a probabilidade 2 vezes maior de aparecer em mulheres.

As alterações hormonais são uma das principais causas da depressão e pasmem: Ela pode ser causada por anticoncepcionais.

Assim, é preciso observar bem os sinais, como desânimo para realizar atividades, profunda tristeza rotineira, fadiga, insônia ou sono em excesso e dificuldades de produção, seja no trabalho, seja no estudo.

A ajuda médica é necessária para resolução desta doença que pode ser tratada com medicamentos e/ou terapias alternativas. Quanto antes iniciado, menos nocivo se tornará.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *